Saiba quando intercalar treino: aeróbico x musculação

#

Uma dúvida comum dentro das academias é como intercalar treino de musculação com exercícios aeróbicos, sem que nenhum dos treinos seja prejudicado.

Para alguns especialistas, a realização do treino aeróbico antes ou depois da musculação vai depender, exclusivamente, do objetivo de cada aluno. “Este é um tema muito discutido. Cada profissional tem um ponto de vista e eu procuro orientar na prática o que vejo maior coerência, e seguir minha experiência na área”, disse o profissional de Educação Física e gerente da unidade Premium Tatuapé, Luiz Carlos Carvalho.

Exemplos de quando intercalar treino aeróbico

Eliminar medidas em membros inferiores: É recomendável fazer primeiro os exercícios aeróbicos, de preferência um trabalho de alta intensidade, intercalando com um ou dois minutos de recuperação. O treino todo (aeróbico + musculação) deve durar no máximo 1hora e 15 minutos;

Problemas cardíacos ou de pressão alta: O treino aeróbico deve ser realizado primeiro para ajustar o ritmo cardíaco e manter a pressão controlada. Nesse caso, a duração dos exercícios deve durar em torno de 40 a 45 minutos. Durante a musculação é importante que o aluno nunca bloqueie a respiração (inspirar e expirar naturalmente) e mantenha o intervalo entre as séries de no mínimo um minuto;

Emagrecimento: A musculação deve ser feita primeiro (maior numero de repetições com menor carga). O treino de musculação usa principalmente carboidratos como fonte energética, portanto, um bom treino diminuirá muito essas reservas de carboidratos (de maneira mais proveitosa) e quando iniciar o aeróbico entrará em metabolismo de gordura mais rapidamente;

Hipertrofia: Os exercícios aeróbios dificultam o desenvolvimento máximo da força e da potência quando realizado simultaneamente ao treinamento de força, mas o condicionamento cardiovascular também deve ser aprimorado. Assim, o mais indicado é realizar o aeróbico, no máximo, duas vezes por semana durante 30 minutos. Isso irá garantir um treino de musculação em grande intensidade e manter paralelamente um bom condicionamento aeróbio.

Luiz Carlos enfatiza que independente do treinamento que for realizado, é importante que o aluno uma dieta alimentar compatível com seu objetivo. “O sucesso para obtenção de resultados no treinamento físico está sempre apoiado em uma pirâmide formada por: treinamento, alimentação e descanso”, concluiu.

 Com informações do site Corpo em Foco

Posts relacionados

Deixe um comentário