Nada de amargura, aproveite a Páscoa sem culpa

#

Entramos em um período delicado para todas a maioria das pessoas que se preocupam com a saúde e a boa forma, estamos a poucos dias da Páscoa.

Sim, é neste momento que muitos de nossos amigos e familiares nos presenteiam com ovos/barras de chocolate ou, até mesmo, quando nos permitimos comer um ou outro(s) pedacinho(s) sem culpa.

Para que a consciência não te perturbe, saiba que existe o chocolate do bem, aquele que traz uma série de benefícios para o organismo e que… é menos calórico!

Vou te mostrar que é de chocolate

Segundo a Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN), o ideal é consumir diariamente uma pequena porção – entre 30 e 40 gramas – de chocolate amargo. Isso porque essa versão é a que concentra maior teor de cacau, de 70% a 90%, não possui leite e tem menos açúcar e gorduras. Ou seja, não compromete tanto o shape em comparação às opções de chocolate ao leite, chocolate meio amargo e chocolate branco.

Benefícios do chocolate amargo

Um artigo publicado no British Medical Journal (ING) mostra que o chocolate amargo é rico em uma substância chamada polifenol, que apresenta efeitos antioxidante, anti-hipertensivo e anti-inflamatório.

Além disso, o flavonoide epicatequina, presente no chocolate amargo, estimula o aumento do bom colesterol, HDL, a diminuição do ruim, LDL, e ajuda a dilatar as artérias, permitindo melhor circulação do sangue.

Pesquisa realizada pela Monash University (AUS) confirma que o consumo de chocolate com pelo menos 70% de cacau ajuda a prevenir infarto e a reduzir riscos de pacientes com problemas cardiovasculares. Vale ressaltar que esses benefícios só acontecem quando o chocolate é inserido em uma dieta balanceada.

O chocolate amargo também é fonte de triptofano, aminoácido precursor da serotonina, hormônio responsável pelo prazer. Ele possui neurotransmissores que estão relacionados com o relaxamento e redução da ansiedade.

Sabendo dessas informações, nada de amargura e aproveite a Páscoa sem culpa!

Posts relacionados

Deixe um comentário