Treinar duas vezes por dia, resultados em dobro

#

Julho chegou!

Época de férias escolares. Quem estuda, agora, terá um tempinho sobrando. Quem já passou desta fase também ganha umas horinhas a mais. Isso porque, segundo dados da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), neste período, só na cidade de São Paulo, há uma queda de ao menos 20% nos congestionamentos.

Com estes preciosos minutos extras, surge a questão: posso treinar mais de uma vez por dia?

Nós S2 treinar

O que pode ser um sonho para alguns, pode se tornar realidade para outros. Treinar duas vezes por dia é uma boa ideia, principalmente se você quer fazer um treino com melhores ganhos. No entanto, é preciso seguir atentamente as orientações do(a) professor(a).

Intensidade

Segundo o professor da Academia 24h, Fernando Meireles, há várias formas de ajustar os exercícios. “O treino pode ser dividido em músculo grande de dia e músculo pequeno à noite, membros superiores na primeira parte e membros inferiores na segunda ou até primeiro a musculação e depois o treino aeróbio. Depende dos objetivos do aluno”, disse.

Resultado dobrado

Com a chance de treinar em dois períodos, os ganhos são potencializados, pois o(a) aluno(a) pode dedicar-se 100% a determinado músculo. “Se o aluno vem uma vez por dia e treina peito e tríceps, em menos de uma hora, o tríceps pode sair em defasagem por ser o segundo músculo trabalhado. Em dois períodos, há um intervalo grande entre os exercícios, o aluno pode descansar e treinar muito bem o segundo músculo”, destaca.

Cuidado com lesões

Não tem jeito, ao se exercitar, o corpo está sujeito a lesões. Por isso, todo cuidado é válido. Fazendo atividades duas vezes por dia, então, é redobrar a atenção. “Deve haver uma conscientização, por parte do praticante, em se desenvolver com o máximo de cautela”, lembra.

E depois do recesso, vai voltar a treinar em um período?

Há uma dica especial também para estes casos: “A carga usada anteriormente pode não ser a mesma porque antes você estava melhor alimentado e mais descansado. Ao voltar aos hábitos normais, o ritmo será contínuo, sem intervalo de horas. Sendo assim, tome cuidado com a carga e com o cansaço”, alerta Fernando.

#Dica24h: Conte sempre com a ajuda de um(a) professor(a)! O profissional saberá orientá-lo(a) da melhor e mais segura forma possível! 😉

Posts relacionados

Deixe um comentário